Assistência de enfermagem no pré-natal de baixo risco na atenção primária

  • Fernanda de Fátima Santos Muniz Universidade Centro Universitário do Maranhão
  • Francisca das Chagas Gaspar Rocha Universidade Centro Universitário do Maranhão
  • Aline Sharlon Maciel Batista Ramos Universidade Centro Universitário do Maranhão
  • Simony Fabiola Lopes Nunes UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO-UFMA
Palavras-chave: Cuidado Pré-Natal. Saúde da Mulher. Enfermagem Obstétrica.

Resumo

O objetivo do estudo foi descrever as ações de enfermagem na atenção ao pré-natal de baixo risco em uma Unidade Básica de Saúde no interior do nordeste brasileiro. Trata-se de um estudo descritivo de natureza quantitativa, desenvolvido com 32 enfermeiros de uma Unidade Básica de Saúde no município de Santa Rita - MA, no período de setembro de 2014 a julho de 2015, sendo os dados coletados por meio de instrumento semiestruturado. Dos 32 enfermeiros, as principais ações realizadas eram: fornecer o cartão da gestante devidamente preenchido (84%), identificar e classificar as gestantes de risco e/ou vulnerabilidade e encaminha gestantes de risco, para serviço especializado, respectivamente e 50% dos profissionais afirmaram que a dificuldade das gestantes é realizar os exames solicitados. Conclui-se que apesar do enfermeiro realizar as ações preconizadas no pré-natal de baixo risco, existem fatores que podem comprometer essas ações, como: a realização dos exames laboratoriais, a inexistência de capacitação e carência de protocolos na unidade.

Publicado
19-12-2018
Como Citar
1.
Muniz F, Rocha F, Ramos A, Nunes SF. Assistência de enfermagem no pré-natal de baixo risco na atenção primária. JMPHC [Internet]. 19dez.2018 [citado 26mar.2019];9. Available from: http://www.jmphc.com.br/jmphc/article/view/433